(Multimídia) Escassez de mão de obra piora nos EUA devido à COVID-19, diz Financial Times

2022-01-14 11:24:24丨portuguese.xinhuanet.com

Uma mulher faz compras em uma loja de Dollar Tree em Nova York, Estados Unidos, em 26 de novembro de 2021. (Xinhua/Wang Ying)

Londres, 14 jan (Xinhua) -- As empresas nos Estados Unidos estão lutando para manter o estafe completo, já que as crescentes infecções por COVID-19 deixaram muitos de seus funcionários doentes ou em quarentena em casa, informou o Financial Times na quarta-feira.

Um grande número de empresas dos EUA está fechando temporariamente ou ajustando o horário de trabalho, já que o número de americanos infectados com coronavírus atinge um recorde histórico, de acordo com a reportagem.

Companhias aéreas, varejistas, restaurantes, hospitais e distritos escolares estão entre os que enfrentam uma crítica escassez de pessoal.

Mais de 5 milhões de americanos, ou 2% da força de trabalho total do país, podem estar isolados em casa esta semana, segundo a reportagem, citando uma análise de Andrew Hunter, economista sênior norte-americano da Capital Economics.

O número total de casos de COVID-19 nos Estados Unidos ultrapassou 60 milhões no domingo, mostraram os dados da Universidade Johns Hopkins.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001310423844