Estratégias do BRICS podem ajudar a superar dificuldades da economia mundial, diz economista brasileiro

2022-06-21 10:32:10丨portuguese.xinhuanet.com

Brasília, 20 jun (Xinhua) -- A cooperação entre os países do grupo BRICS -Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul- pode estabelecer estratégias que ajudem a superar as dificuldades que a economia mundial atravessa, afirmou nesta segunda-feira o presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon) do Brasil, Antonio Corrêa de Lacerda.

Em entrevista exclusiva à Xinhua, Lacerda recordou que a economia internacional enfrenta uma crise, com cortes nas cadeias de fornecimento e mudanças no plano geopolítico.

Nesse contexto, qualificou como de "especial importância" a 14ª Cúpula do BRICS. Sob a presidência da China, a Cúpula tem como tema "Construir parcerias de alta qualidade para criar uma nova era de desenvolvimento global".

Segundo o presidente do Cofecon, o BRICS tem um papel estratégico frente aos desafios que se desenham para os países no processo de transição que está sendo vivido pela ordem internacional.

"Levando em conta o contexto da crise ucraniana, da pandemia de COVID-19 e das consequências para a economia mundial, que têm implicações econômicas e geopolíticas, a Cúpula do BRICS se reveste de uma importância especial", afirmou.

"Seria importante reforçar os laços entre os países-membros, dada à complementariedade entre eles e as oportunidades do novo marco", acrescentou.

Entre as conquistas do mecanismo BRICS, Lacerda ressaltou a criação do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), estabelecido em 2014, que também tem somado como sócios numerosos países fora do grupo.

"Foram realizados progressos. Entre eles, gostaria de destacar a criação do Novo Banco de Desenvolvimento, um importante instrumento para financiar os projetos dos países-membros, bem como o estabelecimento de alternativas monetárias ao modelo atual", afirmou.

Segundo Lacerda, o foco do BRICS na solidariedade e na cooperação para o desenvolvimento comum são "fatores determinantes" no contexto da crise internacional.

"A situação leva a uma mudança nas cadeias de fornecimento internacionais e o intercâmbio e a cooperação entre os países membros do BRICS podem estabelecer e aplicar estratégias que ajudem a superar as dificuldades e gerar novas oportunidades", avaliou. Fim

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001310628544