(Multimídia) Novo satélite quântico da China começa a operar-Xinhua

(Multimídia) Novo satélite quântico da China começa a operar

2022-07-29 19:00:30丨portuguese.xinhuanet.com

Um foguete transportador Lijian-1 carregando seis novos satélites decola do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, no noroeste da China, em 27 de julho de 2022. (Wang Jiangbo/Xinhua)

   Hefei, 29 jul (Xinhua) -- Um satélite quântico micro-nano chinês entrou em órbita planejada e está agora operacional, disse na quinta-feira a Universidade de Ciência e Tecnologia da China (USTC, sigla em inglês), um de seus desenvolvedores.

   O satélite de baixa órbita foi desenhado para realizar experimentos de distribuição de chaves quânticas em tempo real, entre o satélite e a estação terrestre, e para realizar a verificação técnica. Foi lançado por um foguete transportador Lijian-1 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, no noroeste da China, na quarta-feira.

   O peso do novo micro-nano satélite é cerca de um sexto do peso do primeiro satélite quântico do mundo, o satélite chinês Micius, que pesa mais de 600 kg, de acordo com a USTC.

   A universidade disse que, com base na tecnologia quântica vista pela primeira vez em Micius, é claro que mais satélites quânticos de baixo custo são necessários para realizar uma rede de comunicação quântica eficiente, prática e global que possa atender à crescente demanda dos usuários.

   O novo satélite foi desenvolvido em conjunto por universidades e instituições chinesas como a USTC, a Academia Chinesa de Ciências e o Instituto Jinan de Tecnologia Quântica.

   Espera-se que seu lançamento e operações em órbita ajudem o desenvolvimento da comunicação quântica do país e promovam a melhoria da segurança da informação nacional.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com