Visita de Pelosi a Taiwan tem graves consequências, diz Gabinete do Comissário da chancelaria chinesa na RAEM-Xinhua

Visita de Pelosi a Taiwan tem graves consequências, diz Gabinete do Comissário da chancelaria chinesa na RAEM

2022-08-04 11:07:15丨portuguese.xinhuanet.com

Macau, 4 ago (Xinhua) -- O Gabinete do Comissário do Ministério das Relações Exteriores da China na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) disse na quarta-feira que a visita da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, à região Taiwan da China desrespeita a forte oposição e as solenes representações da China e tem graves consequências.

A visita violou gravemente o princípio de Uma Só China e as estipulações nos três comunicados conjuntos China-EUA, danificou seriamente a base política das relações China-EUA, infringiu grosseiramente a soberania e a integridade territorial da China e prejudicou gravemente a paz e a estabilidade através do Estreito de Taiwan, enviando sinais criticamente errados a elementos separatistas que defendem a "independência de Taiwan", disse o gabinete.

Salvaguardar a soberania nacional e a integridade territorial é a firme vontade de mais de 1,4 bilhão de chineses, declarou o órgão.

A "independência de Taiwan" está fadada a ser um beco sem saída, disse, acrescentando que nenhum indivíduo e nenhuma força podem impedir a China de alcançar a reunificação nacional.

Há apenas uma China no mundo e Taiwan é uma parte inseparável da China, indicou o gabinete, ressaltando que o princípio de Uma Só China é um consenso internacional estabelecido e uma norma básica que rege as relações internacionais.

Há um período do tempo, o lado dos EUA tem intensificado seus esforços para jogar a "carta de Taiwan" com a tentativa de usá-la para conter a China, continuamente distorcida, borrada e esvaziada do princípio de Uma Só China, reforçando assim os separatistas da "independência de Taiwan", disse o gabinete.

O mundo inteiro agora sabe qual lado está quebrando suas próprias palavras, qual lado está causando problemas e qual lado está tomando ações unilaterais para mudar o status quo do Estreito de Taiwan, disse.

Independentemente de como ou quando Pelosi, como a terceira funcionária de mais alto escalão do governo dos EUA, visite Taiwan, a ação viola seriamente o princípio de Uma Só China e os três comunicados conjuntos China-EUA, prejudicando as relações China-EUA e criando um impacto político notório, observou o gabinete.

O assunto de Taiwan diz respeito aos interesses vitais da China, sobre os quais não há espaço para concessões, declarou.

"Nunca permitiremos espaço para as forças de 'independência de Taiwan' sob qualquer formato", disse o gabinete. "Ninguém deve subestimar a grande determinação, firme vontade e forte capacidade do povo chinês em defender a soberania nacional e a integridade territorial. Como aquele que provocou as tensões atuais, os EUA têm que arcar com todas as graves consequências daí decorrentes." 

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com