Pandemia levou Brasil a registrar sua maior taxa de mortalidade em 2021-Xinhua

Pandemia levou Brasil a registrar sua maior taxa de mortalidade em 2021

2023-02-17 13:02:15丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 16 fev (Xinhua) -- O Brasil registrou em 2021, segundo ano da pandemia da COVID-19 no país, a maior taxa de mortalidade histórica desde que se passou a levantar esses dados, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o relatório divulgado pelo IBGE, em 2021, foram registradas 1.786.347 mortes, um aumento de 18% com relação a 2020, primeiro ano da pandemia.

"Foi o maior avanço de um ano para outro, desde 1974, quando foi iniciada a série histórica", afirmou o IBGE. Antes da pandemia, até 2019, o crescimento anual de mortes tinha um ritmo médio de 1,8%.

O relatório aponta que a maior parte desses falecimentos ocorreu no primeiro semestre de 2021, quando o país sofreu uma segunda onda da COVID-19, sendo que março sozinho contabilizou 202,5 mil vítimas, um valor 77,8% maior do que no mesmo mês de 2020.

A partir de julho, foi iniciada uma queda e, de setembro em diante, "o número de óbitos começa a cair em comparação ao mesmo mês do ano anterior".

"A implementação de medidas sanitárias e, posteriormente, as campanhas de incentivo à vacinação parecem ter contribuído para o recuo da pandemia e suas consequências. Há uma clara aderência entre a diminuição no número de óbitos e o avanço da vacinação no país", ressalta a gerente da pesquisa, Klívia Brayner, em comunicado.

O relatório também citou os registros de nascimento, destacando que os 2.635.854 bebês que nasceram em 2021 representaram uma redução de 1,6% na comparação com o ano anterior e o menor número desde 2003.

"A pandemia da COVID-19 afetou a demografia do país cujas projeções se baseiam em um cenário mais ou menos estável. Mas o número de nascimentos ficou muito abaixo do que a própria projeção do IBGE indica e o número de óbitos, muito acima", comentou Brayner.

O Brasil é o segundo país em mortes causadas pelo novo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos, com 697.894 vítimas, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com